domingo, 15 de abril de 2012

quero-te sem que eu saiba


quero conhecer-te
saber ao que sabes
perceber a que cheiras
explorar-te
saborear-te
quero observar-te
de olhos fechados
com as minhas mãos
percorrer o teu corpo
nu colado ao meu
absorver dele as
sensações que me
fazem despertar o
desejo de te possuir
visceralmente ao
descobrir os teus
sinais que me
guiam para o
teu amago

2 comentários:

  1. Quando se quer muito uma coisa fazemos de tudo para que ela se concretize.

    Bonitas palavras :)

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar